domingo, 29 de março de 2015

Beleza Inumana

É difícil acreditar que tamanha beleza possa ser humana. 
Beleza que nem mesmo deusas gregas poderiam mostrar. 
O corpo esguio e extremamente esbelto. 
O brilho negro dos cabelos, macios como seda. 
Os olhos maliciosos parecem te atravessar, 
Enxergar os desejos mais profundos daqueles que os encontram. 
E os lábios? Belos e bem desenhados, te atraem e desnorteiam. 
É difícil de acreditar que não seja uma armadilha, miragem ou pintura. 
Na mitologia, ela seria responsável por inúmeras batalhas. 
Homens que tentariam ganhar seu amor. 
Eu, que não sou nenhum guerreiro, sonho acordado com seu esplendor. 
Fadado a morrer apaixonado, por aquela que ostenta imensurável beleza.


quinta-feira, 26 de março de 2015

Para Te Ver Sorrir.

O que eu faria pra te ver sorrir? Eu ficaria acordado vendo você dormir. Apenas para ver seu rosto calmo. Inaginar se é conigo que está sonhando. Ver a luz da lua brilhar em sua pele. Eu buscaria uma de cada flor. As mais bonitas e com os melhores aromas, apenas para provar que nenhuma se compara a sua beleza. Eu criaria histórias, de amor, de fantasia. Nos seríamos bandidos. Seríamos heróis. E, mais importante, seríamos um par. Eu armaria e arrumaria mil e uma formas de fazer você se apaixonar todo dia. Assim como por você eu me apaixonaria. Eu iria em busca das palavras perfeitas para te dizer. Para dedicá-las a você. Para gritar ao mundo que eu só penso em você. O que eu faria pra te fazer sorrir? O possível. O impossível. O impensável. Tudo, apenas, para ver e te fazer sorrir.

"Um Lugar Deserto!"

"Num lugar deserto, onde eu possa sentir você.
Sentir teu olhar;
Sentir teu sorriso;
Sentir teus lábios e teus abraços!

Num lugar deserto onde eu possa sentir!
Sentir que se abre para mim;
Sentir que pode olhar para mim;
Sentir que podemos confiar naquele beijo!

Simplesmente um lugar deserto!"

Matheus R. G. Medeiros

sexta-feira, 20 de março de 2015

...

Eu corri atrás dela.
Queria dizer o que sentia.
Mas ela entrou no meio da multidão e como fumaça, desapareceu.

E no fim de mais uma frustrada história de amor, eu voltei pra casa.
Voltei pra minha única verdadeira companhia, a solidão!

quarta-feira, 18 de março de 2015

Contradição

Trabalhador honesto
Nome sujo na praça
Bandido ladrão
Foi ver jogo do Barça

Pai de família
Alimenta criança com migalha
Colarinho branco
De cima de caveiras gargalha

Caixão, flores, mortalha
Mais uma vítima da batalha
Muros, câmeras, cercas
Prisioneiro da própria casa

Todos os índios vendidos
Ninguém viu o milhão
Escândalos, corrupção
Votamos e afundamos uma nação.


sábado, 7 de março de 2015

Se Ela Soubesse

Se ela soubesse da inquietude de minha mente
Se ela soubesse como me perco no brilho do olhar
Se ela soubesse como me deixo levar pelo som da voz
Se ela soubesse de frio que me dá no estômago
Se ela soubesse do calor que me causa nos ossos
Se ela soubesse de como vê-la melhora meu dia
Se ela soubesse como faz com que eu sorria

Se ela soubesse que quero fazê-la feliz.